Fênix

Eis que surge um post na primeira semana de 2016! É de se comemorar! Não? É…não.

Me faltou tempo…muito tempo. E me sobraram frustrações. Lá vem post deprê de novo? Talvez… as palavras que eu escrevo refletem o que eu sinto, o que eu sou…. O fim de ano foi puxado e eu ainda não me recuperei. A avalanche começou em outubro. Por algum motivo que eu não me lembro ao certo qual foi, eu parei de praticar minhas corridas de 5 km em dias alternados que estavam me fazendo tão bem pro meu corpo e pra minha alma. Depois de uns dias comecei a reclamar de cansaço e aí que parei mesmo de correr…até hoje. Na sequência vieram as provas, uma atrás da outra. Surgiu também a possibilidade de ir no congresso em Goiânia sobre Humanidades Médicas (assunto que muito me interessa) e foram 4 dias intensos de muito aprendizado e muito stress também porque algumas coisas deram errado e fugiram do meu controle, enfim. Na volta da viagem, mais provas. No dia 11 de dezembro, a cerimonia de encerramento do ano…uma missa com todos os alunos do primeiro de branco, agradecendo a benção e dádiva de se estar estudando medicina. Lindo. No dia seguinte tive a ultima reunião acadêmica de um grupo de estudos do qual eu fazia parte… e saindo dessa reunião pra me jogar definitivamente nas deliciosas e sedutoras férias eis que surge a notícia mais bombástica de todo ano: não vei ter ponto tradicional de atividades extra na disciplina de Histologia. E eu, que precisa somente de 0,4 pra passar tive que ficar estudando até o dia 22 de dezembro a matéria gigante do ano inteiro, tendo que relembrar coisas que que já tinha esquecido que existia!!!!

Tá, talvez descrevendo assim você não consiga ter a exata noção do quão perturbador isso é. E eu, que me julgava super madura, experiente em assuntos acadêmicos, me vi chorando como uma criança por não ter tido um desempenho adequado a ponto de não ter que ficar estudando histo junto com o papai noel. Enfim… passados os dramas dos primeiros dias, eu tinha que estudar, não tinha jeito. Só que tinha que estudar MUITO, afinal de contas era preciso resumir a matéria do ano inteiro em pouco mais de uma semana…. fiz a prova. Que ainda não saiu o resultado, aliás… mas eu suponho ter atingido a nota necessária.

Dia 23 eu viajei pra passar o Natal em SP com a minha família, e eu que planejava ajudar minha mãe nas compras da ceia, etc, cheguei praticamente só pra comer e ir embora, porque já tinha viagem marcada com amigos. Passei o Reveillon em Floripa, o que teria sido maravilhoso se uma amiga não tivesse pego virose e passado o dia entre cama e banheiro. O que teria sido até aceitável se a viagem não tivesse terminado com uma briga gigante entre amigos e se a amizade agora não fosse incerta.

Voltei pra casa. Sp? Não… voltei pra Rio Preto, a cidade que me parece meu purgatório, onde pago os meus pecados… ou cometo mais. Não sei… Depois de 15 longas horas de viagem e com 38 de febre, entrei na minha casa…e no dia 02 de janeiro de 2016 me declarei oficialmente e finalmente de FÉRIASSSSS!!!!!!!! Chega de faculdade, chega de estresse, chega de briga com amigos, chega de chorar, chega de cansaço, chega de raiva….chega!!!!!!! Eu preciso descansar. Esquecer que eu estou longe de casa, longe da minha formatura e longe dos meus amigos… Decidi que só vou me dedicar a coisas que me dão prazer, escrever no blog, voltar a correr, dormir até doer as costas, ler meus livros que ficaram estacionados nas mesmas páginas que há um ano, vou pra piscina do meu prédio e vou tentar me restabelecer. Ressurgir, fortalecer…e tentar fazer com 2016 seja um pouco mais leve que 2015… preciso que seja.

Feliz ano novo a todos! 🙂

 

Acompanhe as Novidades

Receba os posts diretamente no seu e-mail