“I had a dream…”

Hoje eu tive o melhor sonho de todo os tempos!
Vi meu nome na lista da FUVEST. Parecia tão real que eu eu não queria acordar… Eu pulava e gritava! Dizia “adeus cursinho”, agora sou porcada! E chorava pensando “uma vez USP , sempre USP”. Meu coração se enchia de alegria…até acordar! Olhei pros lados, reconheci minha cama, meu quarto e o meu noivo. Me localizei no tempo e no espaço, nos confins das minhas férias que ora me encantam, ora me instigam a ansiedade.

“Férias”. Um eufemismo para o intervalo de tempo que nos separa do calabouço do cursinho e a data que definirá se o meu destino é retornar ou seguir para o castelo.
Independente do destino, o caminho permanece o mesmo: não desistir jamais!
Pra preencher os espaços vazios comecei a ler “100 anos de solidão”, não penso em voltar para as apostilas tão cedo… Ouço música, danço, vejo seriado e sigo aguardando com a maior certeza de toda a minha vida: eu nasci pra ser médica, pra ajudar as pessoas. Releio os meus posts e vejo que falo menos de psicologia… Nada mais concreto do que a consciência do que faz sentido pra minha existência.
Penso mais na medicina com a essência da psicologia em minhas veias.
E sinto que estou mais perto do que nunca!

Não desistam! 😉

“And I had a dream
About my old school…”