A vida das letras.

De uns dias pra cá eu tenho tido umas inspirações bizarras pra escrever. Vou tentar levar esse blog de uma maneira mais séria. Ou que represente de uma maneira mais eficiente a minha válvula de escape para as palavras que constantemente brotam na minha cabeça.

“Sitting, waiting, wishing…”

Dia 13 de janeiro. Segunda feira 13. Não sou lá uma pessoa supersticiosa. Também não ha superstição nenhuma em uma simples segunda feira. Mas o dia foi pesado. Só quem vive as angustias de um vestibulando sabe a ansiedade de se esperar por um resultado. É pensar no Enem e sentir aquele frio na barriga.

“Cada célula, todo fio de cabelo…”

O meu mês preferido do ano é, sem duvida nenhuma, junho. Mês de São João, de paçoca, pamonha, canjica, fogueira, inverno, casacos e muuuuito frio! Mas confesso que Dezembro tem lá seu quê apelativo. Na completa oposição de junho, é o mês do verão, das férias de fim de ano, dos amigos secretos, do peru […]